Saúde Escolar

Introdução

A JSD/Açores encara a saúde escolar como, de entre outras, a solução de combate para as elevadas taxas de gravidezes na adolescência, a promoção da literacia em saúde e a adopção de comportamentos e estilos de vida saudáveis. 

Na moção global de estratégia apresentada pelo presidente da JSD/Açores ao XIX Congresso regional, Flávio soares defendeu:

Urge uma promoção, nas escolas, de hábitos e estilos de vida saudáveis. A materialização deste objetivo, obriga (ou não) ao aumento das verbas para os responsáveis da saúde escolar nos centros de saúde, bem como uma reflexão profunda sobre a forma como queremos que ela se organize. A interligação com a Direção Regional da Educação e com as comunidades escolares assume-se como um objetivo de máxima urgência.

Para os jovens, estatisticamente uma população mais saudável (ou seja, com menos episódios de doença), os cuidados de saúde primários assumem uma importância reforçada.

Os acompanhamentos de saúde infantil e pediatria, o diagnóstico precoce de diversas patologias, o acompanhamento personalizado – como só o conhecimento pessoal pode trazer-  a proximidade do cuidado são mecanismos de promoção de hábitos e estilos de vida saudáveis e a prevenção da doença que seria a solução para muitos dos problemas regionais.

Não basta colocar médicos nos centros de saúde, é necessário que os próprios responsáveis políticos acreditem na força que os cuidados de saúde primários têm para a promoção da saúde na região.

A desburocratização e desmaterialização do trabalho dos profissionais de saúde, permitindo que estes se dediquem, ao máximo, à prestação direta de cuidados de saúde é uma necessidade urgente.

 

Envie um Contributo

INFORMAÇÃO: Os seus dados pessoais destinam-se apenas a recolha estatística, nunca sendo tornados públicos. política de privacidade